Escola de Pilotos em Viseu celebra a largada do seu primeiro aluno

Escola de Pilotos em Viseu

Francisco Lima, o primeiro aluno inscrito e que nasceu na região das Beiras, realizou o seu primeiro voo a solo à 15ª missão, 2 meses após ter sido iniciada a fase de voo em Viseu.

No dia 29 de setembro, pelas 18H00, o primeiro aluno a inscrever-se na Escola de Pilotos em Viseu, conseguiu dar mais um passo importante na realização do seu sonho. Esta etapa fundamental, conhecida como “largada”, foi conquistada num Cessna 172 com a matrícula EC-FOO, 12 meses após o início da parte teórica e 2 meses após o início da fase de voo do curso ATPL(A). A missão consistiu em descolar e aterrar, fazendo dois touch and go – “toca e anda” na pista, como é usualmente conhecido entre pilotos. A partir desta fase, o aluno passa a poder voar sozinho e grande parte das suas missões que constituem o treino, passarão a ser feitas em solo e total controlo do avião, na qualidade de PIC – Pilot-in-command.
O aluno demonstrou um imenso êxtase por este momento distinto e sublime na sua vida, já que, devido às condições meteorológicas, não foi a sua primeira tentativa em executar este voo de largada. Francisco Lima, com 21 anos de idade, nascido na Região das Beiras e já pai de um pequeno rapaz, partilhou connosco as suas ideias e inquietações pré e pós-voo.

O Antes
O aspirante a Piloto de Linha Aérea, antes do seu primeiro voo sozinho no aeródromo da cidade, expôs que “Não é fácil de gerir porque os conhecimentos teóricos estão cá, mas aplicar na prática, se o nível de stress for muito alto e tomar conta de nós, pode tornar-se complicado. Com a instrução que nós temos e para os instrutores nos largarem é porque sabem que estamos prontos. Temos de dar o melhor de nós, como fazemos em todas as aulas e vai tudo correr bem.”

O Após
Após “tocar com os pés em terra”, a reação do aluno assinalou o início de um horizonte brilhante e a execução de uma paixão que lhe corre no sangue. 

«Incrível! Parece impossível, mas é possível.»


Parabenizado pelos seus colegas e instrutores de voo, o aluno tomou particular afeto pela presença dos seus familiares e conhecidos, que estiveram a observar a sua aula, do início ao fim. O instrutor do IFA e Piloto de Helicóptero, Cmt. João Santos, que conhece Francisco desde bebé e teve oportunidade de o ensinar, felicitou e enunciou “Parabéns Francisco Garcez Lima e bem-vindo ao grupo daqueles que insistem em contrariar a natureza e querem voar.”
Para marcar esta ocasião, o instrutor de voo responsável pela largada, Artur Amaral efetuou o tradicional banho de voo do aluno, minutos após a sua aterragem.
Nesta data, todos os alunos estão já na fase de instrução prática, o voo, enquanto alguns vão estudando em simultâneo para concluírem as disciplinas da teoria, ainda por terminar na ANAC.
Este é o primeiro de muitos alunos que pretendem alcançar o tão esperado voo a solo. Quer sejam alunos de raiz ou transferidos de outras escolas, o momento de cada um está cada vez mais perto de se concretizar e os ânimos permanecem elevados.
A equipa do IFA Training destaca este momento aeronáutico no Centro do país e deixa, ainda, a sugestão para os indecisos em seguir esta profissão de que a pandemia não é um entrave ao futuro e que podem visitar ambos os locais de ensino do IFA ou realizar um voo experimental, para viver um dia na vida de piloto.

IFA Training Viseu – Open Day

Para terminar e não menos importante, o IFA Training Viseu vai realizar no próximo dia 10/outubro um Open Day, dia em que a escola estará aberta ao público para que possam conhecer o ambiente que ali se vive diariamente.
Acesso gratuito, mas inscrição obrigatória em www.ifaopenday.com